Pegue a estrada e vá conhecer os 42 quilômetros de praias do litoral baiano - Foto: Marcelo Poletto | Divulgação
Pegue a estrada e vá conhecer os 42 quilômetros de praias do litoral baiano

A Costa dos Coqueiros, no litoral da Bahia,  convida para uma viagem por lugares que beiram 42 quilômetros de praias lindas.

O roteiro começa depois de seis quilômetros do Aeroporto Internacional de Salvador, e  o  cenário é de um mar azul permanente,  com a presença do sol em quase  todos os dias do ano.  Um destino singular, de rara beleza,  com uma gente de tradição, personalidade e história, onde a atividade do turismo tem um enorme potencial.

Vamos começar a viagem em  Abrantes,  na Vila  de Abrantes, berço da história do descobrimento e marco da fundação de Camaçari, onde em 1558 foi criada  pelos padres jesuítas a Aldeia do Divino Espírito  Santo, reunindo os índios tupinambás ao redor de uma capela às margens do Rio Joanes para dar início a uma espécie de cartão de visita da região. Um local muito bonito e que grita por atenção e cuidados.

Depois de Abrantes  está Busca Vida com uma  praia quase deserta, de águas calmas e tranquilas, piscinas naturais entre as pedras no mar. Praia procurada por surfistas, lugar também para caminhar e pedalar, com  condomínios exuberantes, um hotel e um spa. Lugar para morar e veranear. Um luxo!

Seguindo a estrada vem Jauá  com seu clima  de cidade do interior. Tem bares e restaurantes e uma gastronomia que tem como base os peixes  e mariscos frescos pescados nos 2,5km do seu litoral.  Muito bom ouvir os relatos sobre as pescarias e os  mergulhos, contados por uma comunidade que gosta da prosa  à beira mar embalada pelo sobe e desce do movimento das marés. O fim de tarde é regado a pôr do sol, sorvete e mais prosa.

No km 23 da Estrada do Côco está Arembepe,  vizinha de Jauá, antigo paraíso hippie que  cresceu, perdeu seu ar inocente, mas não  o encanto. Arembepe tem uma  beleza natural  que  hipnotiza. São cinco praias belíssimas, de águas mornas, convidativas para a prática de inúmeros esportes aquáticos e para o relaxamento de quem  simplesmente  quer sentir a vida passar. Mesmo sem a paz do tempo dos hippies, Arembepe ainda inspira o amor.

Seguindo pela Costa dos Coqueiros, temos o espetáculo do encontro do rio com o mar em Jacuípe. Um capricho da natureza. As águas navegáveis do rio Jacuípe são próprias para os esportes.  Um lugar para despertar os sentidos, onde a natureza é imperiosa e sugere que a vida é para ser sentida, vivida vagarosamente.

Logo em seguida,  Guarajuba  vem  tentando dar forma ao potencial que a Costa dos Coqueiros tem para o turismo. Além de bela, com praias paradisíacas, Guarajuba  está sendo estruturada para  dar  suporte a inúmeros condomínios, restaurantes, bares, shoppings, sorveterias, lojas , pousadas e hotéis. Tem de tudo e de todos!

Ao lado de Guarajuba, Itacimirim, outra pérola da região que também vem se transformando com a presença de  grandes empreendimentos imobiliários, perdendo o status de uma vila de pescadores para a queridinha dos condomínios residenciais. Não por acaso. O mar de Itacimirim é inigualável!

Em seguida, Praia do Forte, com deliciosas piscinas naturais,  mar de águas calmas e quentes,  uma antiga vila de pescadores que hoje  esbanja charme, conforto, estilo, com  bares, restaurantes, lojas, hotéis, pousadas bem estruturadas e uma gastronomia que passeia do regional à sofisticada cozinha internacional. Praia do Forte tem uma das bases do Projeto Tamar,  que  vale sua visita, e uma agenda cultural movimentada.

Seguindo o caminho, chegamos a Imbassaí, onde o rio e o mar  também se encontram para  mais um indescritível espetáculo da natureza. Imbassaí  ganhou investimento e ações  planejadas  para o turismo.

Logo depois vem Santo Antônio, paraíso perdido, lugar de natureza crua, majestosa, linda!

Ainda tem Sauípe, Massarandupió com uma praia de naturismo, Subaúna, Palame, Barra do Itariri, Sítio do Conde, Siribinha, Costa Azul e Mangue Seco. Lugares maravilhosos, joias para o turismo, e embora  sejam destinos descobertos por grandes investidores, ainda  carecem de atenção, de valorização e cuidados.

A Costa dos Coqueiros é uma obra-prima da Bahia, uma pedra preciosa para ser lapidada, capaz de satisfazer os desejos do mais exigente visitante. Um lugar que convida para viver experiências. Nasceu pronta para o turismo, é essa sua vocação.

Pegue a estrada. Saia beirando o litoral da Costa dos Coqueiros, entrando e saindo de suas praias. Não tenha pressa nem seja demasiadamente exigente. Deixe a natureza invadir sua alma e envolver seu corpo. Por enquanto, apenas aventure-se por uma Bahia que vai te surpreender e te apaixonar. Boa viagem!

Tartaruga do Projeto Tamar, em Praia do Forte 

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *